Novos Povoadores®

Apoiamos a instalação de negócios em territórios rurais

"O melhor do mundo são as pessoas": Competitividade



Raio de título este!
Vem a propósito de uma iniciativa do Iapmei para financiamento da modernização do comércio tradicional.
E a pergunta que se coloca é a seguinte: "Que percentagem desse fundo se vai destinar à formação dos diversos "actores" do comércio tradicional?"

Num país marcadamente turístico, a compreensão e a expressão na lingua inglesa é fundamental. A par dessa necessidade, formação na àrea do "atendimento" e conhecimento dos "direitos do consumidor" são igualmente incontornáveis.

No final, exames nacionais para aferir a capacidade das empresas formadoras para que o PAGODE dos anos 90 não se repita.

...Porque todo o país perdeu o "barco da competitividade" para beneficio instantaneo de umas centenas de PATOS BRAVOS.

InterRail

Há iniciativas cujos resultados são notoriamente visiveis com uma a duas décadas de "atraso".
Refiro-me neste caso ao InterRail.
Julgo que milhões de jovens têm actualmente uma noção geográfica e cultural da europa, graças à oportunidade desta iniciativa da associação de exploradores europeus de transportes ferroviários.
Hoje, numa economia global, são poucos os quadros superiores de empresas que não são capazes de difinir geográfica e culturalmente os diversos povos europeus.

Seja num objectivo de internacionalização ou de aproveitamento da mobilidade dentro do espaço europeu, essa experiência foi sem dúvida tão importante como o ensino de linguas estrangeiras para os respectivos estudantes.

Poluição



O diário público publicou hoje um artigo sobre os niveis de poluição em Lisboa.

Tenho insistentemente defendido que a concentração em Lisboa de tudo o que é organismo por parte do estado consegue funcionar como alavanca promotora de zonas residenciais tão perversas como Massamá ou Amadora.

Dito isto, para quê palavras?!

Car-Sharing



Li hoje na Revista Grande Reportagem, que está nos seus últimos numeros de existência, um artigo sobre um novo conceito de partilha de viaturas nas grandes cidades europeias.
Pelo que percebi, existe uma organização tipo "gestão de condominios" que gere um conjunto de viaturas, propriedade de um alargado nr. de proprietários (30 por cada viatura), estacionadas em ruas pré determinadas.
Essas viaturas podem ser requisitadas a qualquer momento e no acto da requisição é indicada a hora de devolução no mesmo local.
Ora em Portugal, onde o "são só dez minutos" impera, este sistema estaria condenado ao fracasso caso não venha a existir um sistema altamente condenatório aos "atrasados".

As vantagens obvias deste sistema são ambientais, face à redução de viaturas nas grandes cidades, e económicas uma vez que "lá fora" este sistema tem uma joia anual entre os 200 e os 650 euros anuais em função do nivel de utilização.

Resta acrescentar que na cidade do Porto esta iniciativa está a ser desenvolvida com a participação dos STCP (transportes colectivos do Porto). E esta hein?!

InterCidades


Devido ao aumento substancial do preço dos combustiveis tenho utilizado frequentemente o Comboio Intercidades da CP.
Foi para mim uma agradavel surpresa. Pensava que que ir de carro de Lisboa para a Guarda era mais confortavel. Pura mentira: Enquanto conduzo não posso ler. Menos ainda escrever! Existe cafetaria a bordo o que permite tomar um café no meio da viagem. Confesso que estou maravilhado com uma solução que para além de económica e menos poluente trouxe-me algo que já referi e para a qual não tinha à muito tempo: Para a leitura!

Obrigado CP. Estão no bom caminho.

Site da CP com venda online de bilhetes com 10% de desconto.
See Older Posts...