Novos Povoadores

Apoiamos familias metropolitanas a instalar negócios em territórios rurais

Começou com Uma Povoação



Enquanto muitas empresas centram as suas atenções nas acessíveis áreas urbanas da Índia, a ITC apercebeu-se do potencial dos mercados periféricos das vilas rurais e encontrou uma forma de as ligar através da tecnologia. De acordo com o pensamento convencional, os agricultores são um mercado pouco atractivo, com fracas infra-estruturas, longas cadeias de distribuição e rendimentos relativamente baixos. Mas a ITC apercebeu-se da oportunidade de usar avançada tecnologia de comunicações para ligar os agricultores indianos aos mercados globais. Criou centros electrónicos, cada um deles patrocinado por um camponês local, para servir varias aldeias em redor.

Estes agricultores, antes dependentes dos negociantes de cereais locais, podem agora ver como estão a ser negociadas as sementes de soja no mercado de futuros do Chicago Board of Trade através da rede e-Choupal da ITC, baseada em computadores pessoais e numa rede de satélites.

Os agricultores também usam o mesmo sistema para o comercio electrónico. Estes consumidores rurais eram ignorados pela maioria das empresas, mas através de um olhar atento para este mercado e desenvolvendo soluções criativas, a ITC criou uma prospera redeª. Em 2003, a ITC já tinha mais de três milhões de agricultores ligados através de mais de 5 mil centros electrónicos, com transacções de cem milhões de dólares. Era uma oportunidade importante existente no interior, muito longe dos centros urbanos que captavam toda a atenção.

a) C.K. Prahalad, The fortune at the bottom of the pyramid (upper saddle river, NJ: Wharton School Publishing 2004.

in Visão Periférica, George S. Day e Paul J. H. Schoemaker, edição Havard Business School Press