Novos Povoadores

Apoiamos familias metropolitanas a instalar negócios em territórios rurais

Casar a cortiça com as comunicações móveis

Tito Cardoso lidera há vários anos uma empresa de consultadoria a investimentos industriais e decidiu construir um negócio próprio.
Quando se questionou sobre a diferenciação de Portugal para a área das comunicações móveis, optou por recorrer a uma matéria prima nacional, que é leve, resistente e isolante: a cortiça.

Internacionalização no ADN

A IKI Mobile orgulha-se do “Design in Portugal”. Sobre o país de fabrico, a palavra de ordem é a descentralização: produzir nos continentes dos consumidores.
Envolver os centros de conhecimento nacionais no desenvolvimento do produto é a sua estratégia.

Portugal como Country concept

O mercado interno tem sido utilizado como teste para os novos produtos.
A internacionalização ocorre numa fase mais madura.
No Laboratório da Cortiça, sedeado em Coruche, será desenvolvida a melhoria na transformação dessa matéria prima, em parceria com outros players nacionais de referência: Amorim e a Granorte.

À procura dos nichos de mercado

A IKI Mobile apostou em telemóveis com teclado para o segmento sénior e na linha Cork Edition para um segmento sensível à sustentabilidade ambiental.

290.000 telemóveis vendidos em 2016

O sucesso na definição dos targets do mercado salta à vista: no terceiro ano de produção, a marca atingiu os 290.000 aparelhos vendidos.
A sustentabilidade deste crescimento reside na inovação dos produtos: lançar todos os anos novos modelos.